O futuro próximo da energia elétrica no Brasil
01 jun 2021

Previsões para o futuro próximo da energia elétrica no Brasil5 min de leitura

Todo nosso discurso de que é importante investir em tecnologias de geração de energia limpa será colocado à prova em breve. É que o nível dos reservatórios que abastecem as hidrelétricas responsáveis pela maior parte da eletricidade do país está beirando 30% da capacidade.

Aparentemente não é tão grave, não é mesmo?

Para entender a gravidade da situação, basta lembrar que em 2001, quando o Brasil passou por um longo período de racionamento de energia , estes mesmos reservatórios estavam na marca de 29% da sua capacidade.

Pensando nisso, mais uma vez a gente vai conversar sobre o futuro da energia elétrica no Brasil a importância dos sistemas de geração de energia independentes da rede da CEMIG. Vamos lá?

O setor energético hoje

o setor energetico hoje - Previsões para o futuro próximo da energia elétrica no BrasilSegundo Ildo Luís Sauer, do Instituto de Energia e Ambiente da Universidade de São Paulo, se o Brasil vivenciasse um crescimento eventual da demanda puxado pela retomada da economia e o aumento da vacinação, sem dúvida haveria um stress do sistema de energia.

Devido à falta de diversificação da nossa matriz energética, é possível evitar o racionamento, mas ainda assim vai haver grande impacto nos preços da energia.

Ainda segundo Ildo, “o governo está se negando a dar orientação para promover o uso mais racional da energia, fazer a população economizar. Não querem sinalizar, porque isso é um baque. Caso a economia retome o crescimento, teremos problemas, mas, se o nível de atividade continuar baixo por causa da pandemia, talvez nos livraremos do racionamento em 2021”.

Segundo especialistas, o Brasil tem recursos disponíveis para evitar o racionamento. Pode-se mobilizar, por meio de incentivos, capacidade instalada contratada e não contratada ainda, por meio dos geradores de condomínios, de edifícios, de hospitais, mas isso não deve acontecer se o governo continuar evitando o assunto para não assumir a gravidade da situação.

O futuro do setor energético

o futuro do setor energetico - Previsões para o futuro próximo da energia elétrica no BrasilSempre dissemos aqui no blog da GREENVOLT que a diversificação da matriz energética e o uso de tecnologias de geração distribuída são importantíssimos para a estabilidade da rede de qualquer país.

A situação atual está tão feia que foi emitido o primeiro alerta de emergência hídrica da história! O Operador Nacional do Sistema Elétrico orientou a redução do despacho de água para fins ambientais e de irrigação, na tentativa de economizar as reservas e evitar racionamento futuro.

Ainda este mês, Junho de 2021, a bandeira tarifária vermelha nível 2 será acionada e vamos estar pagando a tarifa mais cara prevista no regulamento do setor energético e, obviamente, os Encargos de Serviço do Sistema Elétrico (ESS) vão subir junto.

A triste realidade é que a energia elétrica segue pela mesma trilha que o dólar e a gasolina. Você deve se lembrar que quando eles estavam próximos de R$4,00 você já achava caro demais, lembra? Depois disso o dólar chegou a bater R$5,93 e o litro da gasolina hoje já pode ser encontrado acima dos R$6,00.

O que temos hoje é uma situação crítica e que está sendo aparentemente ignorada por todos provavelmente devido à pandemia. Contudo, é possível prever alguns cenários…

Na pior das hipóteses

Em um cenário ruim, talvez o pior deles, é possível prever a falta de energia elétrica e a ocorrência de apagões constantes dentro de pouco tempo.

É uma possibilidade real e os próximos meses vão conseguir delinear isso de forma mais clara.

Na melhor das hipóteses

Em um cenário bom, provavelmente o melhor possível, a tarifa da CEMIG vai subir MUITO!

Sinceramente, isso é o mínimo que vai acontecer e, na prática, é praticamente uma sequência do que vimos nos últimos anos já que, de 2001 pra cá, o valor da energia subiu bem mais de 100% do aumento da inflação.

Sempre reforçamos por aqui que o caminho natural do preço da energia elétrica é sempre para cima. Nunca vimos e provavelmente não veremos o preço da CEMIG diminuir.

Por isso, a saída para sua empresa, para sua indústria ou para sua casa é único: a energia fotovoltaica.

O solar fotovoltaico para empresas pode reduzir os custos de produção e o mesmo acontece com as indústrias.

De todo modo, até em residências, o sistema fotovoltaico é vantajoso porque é um investimento com retorno rápido, normalmente menor que dois anos, e risco mínimo, haja vista a situação energética nacional e as previsões que temos feito e têm se comprovado há anos.

Não espere mais!

Todas as empresas podem contar com o sistema de produção de energia elétrica a partir do sol!

O que você está esperando?

Logo GreenVolt Hor 150 - Previsões para o futuro próximo da energia elétrica no BrasilO solar fotovoltaico pode ser instalado em praticamente qualquer local. Se você quiser saber mais sobre o processo de aquisição deste tipo de sistema, acesse: como funciona a aquisição do solar fotovoltaico.

Por não ser um sistema trivial, você pode ter alguma dúvida com relação à instalação, à aquisição ou ainda sobre a parte burocrática com a CEMIG.

Se precisar, fale conosco! Estamos sempre disponíveis através do telefone ou ainda pelo email.

Caso você seja como nós, daqueles que preferem conversar olhando nos olhos, fique à vontade para passar por aqui! Estamos na Avenida das Américas, 872, aqui no centro de Betim.

Nossa equipe está sempre pronta para sanar todas as suas questões e lhe ajudar a identificar qual a melhor solução energética para que a sua empresa consiga aproveitar os benefícios de conseguir produzir a própria energia elétrica.